Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1893
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Rastreamento de doenças endócrino-metabólicas em pacientes portadores de acantose nigricans
metadata.dc.creator: Raquel da Silva Gama
metadata.dc.contributor.advisor1: Patrícia Bandeira de Melo Akel
metadata.dc.description.resumo: Acantose Nigricans é uma dermatose caracterizada pelo espessamento e pigmentação mais acentuada em áreas de flexuras do corpo, como pescoço, axilas e virilhas, proporcionando a seus portadores desconforto estético. Pode piorar progressivamente. Tal desordem dermatológica caracteriza-se histologicamente por papilomatose e hiperceratose em vários graus e hiperpigmentação, apresentando ao exame dermatológico um espessamento e escurecimento cutâneo com uma coloração variando do castanho escuro a acinzentado. Dentre os fatores de risco que podem levar a essa alteração na pele estão a obesidade, a hiperinsulinemia, diabetes mellitus tipo 2, síndrome de Cushing, entre outras endocrinopatias. Estudos mostram que há duas formas de acantose nigricans, a forma benigna, responsável pelas endocrinopatias, e a forma maligna, acometendo indivíduos idosos ou de meia idade e relacionada a neoplasias malignas, principalmente do trato gastrintestinal. Logo, a acantose nigricans é considerada um marcador cutâneo para distúrbios endócrinos, sendo importante o rastreamento daqueles que apresentam tal alteração ao exame dermatológico. A obesidade é um dos principais distúrbios encontrados associado a essa dermatose, sendo importante causa de resistência à insulina, podendo levar ao desenvolvimento de diabetes mellitus tipo 2. O excesso de insulina responsável por uma hiperestimulação à proliferação dos ceratinócitos da pele leva ao surgimento de acantose nigricans. É de importância fundamental a pesquisa metabólica nesses pacientes com o objetivo de diagnosticar uma possível alteração endócrina por trás de uma queixa estética da pele. Apesar da existência de inúmeros tratamentos para tais alterações dermatológicas, nos casos associados a um distúrbio subjacente, a melhora efetiva só surgirá com o tratamento específico e melhora da doença subjacente. O presente trabalho tem como objetivo avaliar a prevalência de alterações endócrino-metabólicas em pacientes portadores de acantose nigricans, analisando a presença desta dermatose como marcador de tais distúrbios no serviço de Dermatologia e Endocrinolgia do Ambulatório Araújo Lima no período de agosto de 2009 até maio de 2010. Palavras-Chave: Acantose nigricans, endocrinopatia, perfil metabólico
Abstract: 
Keywords: acantose nigricans
endocrinopatia
perfil metabólico
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências da Saúde: Dermatologia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Saúde Coletiva
Faculdade de Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa PIBIC 2009
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1893
Issue Date: 25-Jul-2010
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.